Alma-de-gato (D&D 5ª ed) - Bestiário Tropical pag. 038

(Esse trabalho só foi possível graças aos nossos apoiadores. Apoie você também.)


Sente-se no ar a presença de algo sobrenatural com a aproximação deste espírito encarnado. Pareceria um gato ordinário, preto como as sombras, não fossem seus olhos e boca, de onde brotam pequenas chamas vermelhas que iluminam o ambiente escuro. Seus olhos parecem mais astutos do que um animal comum e a postura da criatura tenta deixar clara sua superioridade em relação aos meros mortais, como qualquer gato faria.


Almas-de-gato são espíritos que não se sabe de onde vem ou porque escolhem justamente a forma de felinos. Costumam viver próximos de cidades e vilas e não são especialmente benignos ou malignos, nem se importam com as trivialidades dos vivos, exceto pelas crianças pequenas, a quem lhes dá prazer em pregar pequenas travessuras e dar sustos. Passam a maior parte do tempo no plano etéreo e não suportam a luz solar. Pessoas mais sensíveis conseguem perceber sua presença mesmo no outro plano.


Natureza Morta-Viva. Essa criatura não precisa respirar, comer, beber ou dormir.


Terror Infantil. Almas-de-gato evitam se mostrar para humanóides com muito mais de 8 anos de idade, mas adoram assustar peças em criancinhas desobedientes, principalmente as que tentam sair sozinhas durante a noite ou respondem malcriadamente os pais. Normalmente a criança não ficará ferida, apenas muito assustada e jurando que nunca mais fará aquilo novamente.


Relações de Familiares. Almas-de-Gato podem ser encontrados a serviço de conjuradores mortais, agindo como conselheiros, espiões e familiares. Um alma-de-gato incita seu mestre a intimidar e ser assustar, seja para impor respeito ou por diversão. Almas-de-gato são leais, apesar de temperamentais, e tendem a interpretar e executar ordens como querem. Um alma-de-gato pode ser bem perigoso se seu mestre ou sua casa estiverem ameaçados. Para usar esta criatura como familiar, siga as características do box abaixo.


Alma-de-gato

Morto-vivo miúdo, caótico e neutro.

 

Classe de Armadura: 12

Pontos de vida: 12 (5d4)

Deslocamento: 9 m, voo 9 m (planar)

 

FOR DES CON INT SAB CAR

3 (-4) 15 (+2) 10 (+0) 9 (+0) 12 (+1) 14 (+2)

 

Perícias: Furtividade +4, Intimidar + 6, Percepção +3

Resistência a danos: Ácido, elétrico, gélido; contundente, cortante e perfurante de ataques não-mágicos.

Imunidade a danos: Ígneo, necrótico, veneno.

Imunidade a condições: Agarrado, caído, contido, enfeitiçado, envenenado, exausto, inconsciente, paralisado, petrificado.

Sentidos: Visão no escuro 18 m, percepção passiva 13

Idiomas: Entende comum, mas não pode falar.

Desafio: 1 (200 XP)

 

Conjuração Inata. O atributo de conjuração do alma-de-gato é Carisma (CD de salvaguarda de magia 12). Ele pode conjurar, inatamente, as seguintes magias, sem necessidade de componentes materiais:


3/dia cada: Sussurros Dissonantes

1/dia cada: Medo


Iluminação. O alma-de-gato emite luz plena num raio de 3 metros e penumbra por mais 3 metros adicionais.


Movimento Incorpóreo. O alma-de-gato pode se mover através de criaturas e objetos como se eles fossem terreno difícil. Ele sofre 5 (1d10) pontos de dano energético se terminar seu turno dentro de um objeto.


Sensibilidade à Luz Solar. Enquanto estiver sob luz solar, o alma-de-gato tem desvantagem nas jogadas de ataque, assim como em testes de Sabedoria (Percepção) relacionados a visão.


Visão Etérea. O alma-de-gato pode ver a até 18 metros no Plano Etéreo quando está no Plano Material, e vice-versa.

 

Ações:


Toque Degradante. Arma de Combate Corpo a Corpo: +4 para acertar, alcance 1,5 m, um alvo. Dano: 7 (2d4 + 2) pontos de dano necrótico.


Forma Etérea. O alma-de-gato pode acessar o Plano Etéreo do Plano Material, ou vice-versa. Ele é invisível no Plano Material enquanto estiver na Fronteira Etérea e vice-versa, além de não poder afetar ou ser afetado por nada no outro plano. Quando exposto à luz solar, ele usa essa característica como reação e não consegue retornar ao Plano Material em uma área com luz solar.

 

Variação: Familiar


Almas-de-gato voluntários podem ser conjurados como familiares. Eles perdem a característica Conjuração Inata, mas formam um vínculo telepático com seu mestre, que agora pode sentir o que o alma-de-gato sente, contanto que estejam a até 1,5 quilômetros um do outro. Enquanto o alma-de-gato estiver a até 3 metros de seu mestre, o mestre partilha da Visão Etérea do alma-de-gato e pode interagir com ele mesmo no Plano Etéreo. Se o mestre violar os desonrar o pacto, o alma-de-gato pode encerrar seu serviço como familiar, terminando o vínculo telepático e recuperando Conjuração Inata.

 

Adapte o Alma-de-gato para outros sistemas com nosso Grimório

 

Imagem: Renato Desenheiro


Fontes de pesquisa:


ALVES, Januária. Abecedário de Personagens do Folclore Brasileiro. 1ª Edição. São Paulo: FTD: SESC Edições, 2017.


CASCUDO, Câmara. Geografia dos Mitos. 1ª ed. São Paulo: Global editora. 2012.


GARCIA, Juliana. Minha Coleção de Mitos Do Folclore Brasileiro. 1ª Ed. São Paulo: Editora Caramelo, 2014.


VIDAL, Ademar. Lendas e superstições: Contos populares brasileiros. Rio de Janeiro: O Cruzeiro, 1950.


469 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo