Cangaço Overdrive - Inspirações p/ sua Crônica pag. 003


Subversivo, violento e bem regionalista, Cangaço Overdrive é uma revista de história em quadrinhos de Zé Wellington e Walter Giovani que se passa em um Brasil futurista, mais especificamente em um subúrbio ficcional, o Morro do Preá, localizado no interior do Ceará; um lugar de péssimas condições de vida e comandado pelo crime organizado, onde um protagonista bastante improvável vem para aperrear alguns ânimos.


Membros robóticos, bioengenharia, hackers com implantes cerebrais e toda tecnologia futurista se mistura com a um cenário de cangaceiros e repentes, ao vocabulário típico e algumas figuras clássicas do sertanismo, em meio a sexo, violência e poesias de cordel, com um bônus: O narrador só fala em formato de rimas.


A construção de mundo e o enredo mantém os elementos do gênero cyberpunk: Futuro distópico, governos corruptos seguindo os desejos de mega corporações inescrupulosas e ignorando as parcelas mais pobres da sociedade; a alta tecnologia acaba se transformando, em versões sucateadas, nas formas de armamento de grupos de runners que lutam por sua sobrevivência. A diferença do Cangaço Overdrive está na forma de apresentar estes elementos com uma tentativa romântica de expressar as tradições culturais daquela região como forma de resistência a este sistema. Nesse sentido, Cangaço Overdrive é mais do que um bangue-bangue com armas laser.


A HQ tem uma boa introdução, porém um final levemente acelerado. Embora o enredo e o cenário sejam criativos, o roteiro é inovador nos elementos da construção de mundo, mas pode ser um pouco previsível, talvez por conta do pouco espaço (a revista tem apenas 72 páginas), mas a narrativa não chega ao ponto de se tornar realmente um clichê de mocinhos e bandidos ou de um chavão do faroeste. Também é importante ressaltar que é uma história mais ligada à questão social, o que faz com que não explore tanto o enredo futurista quanto normalmente se espera deste gênero.


Para os que procuram ambientar cyberpunk em terras brasileiras, certamente esta será uma boa inspiração para sua crônica.


60 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo