Mãe da Seringueira (D&D 5ª ed) - Bestiário Tropical pag. 087

Apoie você também nosso projeto.


Uma senhora cabocla aparece em meio às árvores. Sua pele tem textura de casca e há folhas em seus cabelos. É possível notar várias grandes cicatrizes em seu corpo, cujo formato lembra as marcas feitas nas seringueiras para se verter o leite da planta. A mulher possui um olhar astuto e atencioso e uma ternura que pode facilmente se transformar em rancor.


Para algumas populações de florestas tropicais, a árvore da seringueira é muito importante para seu sustento. Essas populações sabem que essas árvores possuem suas protetoras desde tempos ancestrais, as Mães das Seringueiras, damas protetoras das florestas que ajudam aos que delas buscam o sustento

sem ganância. Essas antigas fadas sempre têm a forma de mulheres indígenas ou caboclas e aparência entre a meia-idade e a velhice. Não são particularmente belas, mas adoram presentes que lhes aticem a vaidade e apreciam ouvir histórias e conversar. Não é incomum que, para agradá-las, seringueiros passem horas do dia contando causos para as árvores esperando que estas depois contem tudo para suas mães, que sempre sabem tudo o que acontece no seringal.


Os seringueiros que ganham seu afeto recebem em retorno boas colheitas de leite de seringa e bom plantio, enquanto que os que as decepcionam não conseguirão obter quase nada da natureza local, nem mesmo caça. Aqueles que venham a trair sua confiança acabam por cair doentes ou desaparecer na floresta para não mais voltar. Mães de Seringueiras costumam ser vingativas.


Natureza vingativa. Com um comando mental, a Mãe da Seringueira é capaz de fazer com que as árvores parem de produzir frutos maduros, que as seringueiras não deem mais leite de seringa e que a fauna fuja para longe de uma pessoa. E esse será apenas o início de sua vingança contra alguém que ousou abusar de sua hospitalidade e machucar suas filhas...



Mãe da Seringueira

Feérico médio, caótica e boa

 

Classe de Armadura: 16 (armadura natural)

Pontos de vida: 143 (26d8 + 26)

Deslocamento: 9 m

 

FOR DES CON INT SAB CAR

13 (+1) 14 (+2) 13 (+1) 14 (+2) 21 (+5) 19 (+4)

 

Salvaguardas: Con +5, Int+6, Sab +6, Car +8

Perícias: Intuição +9, Furtividade +6, Natureza +6, Percepção +9

Sentidos: Visão no escuro 18 m, percepção passiva 19

Idiomas: Comum, Silvestre e Élfico.

Desafio: 9 (5.000 XP) Bônus de Proficiência: +4

 

Caminhar em Árvores. Uma vez por turno, a Mãe da Seringueira pode usar 3 metros do seu deslocamento para entrar magicamente em uma árvore viva dentro do seu alcance e surgir de uma segunda árvore viva a até 18 metros da primeira, aparecendo em um espaço desocupado a 1,5 metro da segunda árvore. Ambas as árvores devem ser Grandes, ou maiores.


Conjuração. A Mãe da Seringueira é um conjurador de 8° nível. Seu atributo de conjuração é Sabedoria (CD de salvaguarda de magia 16, +8 para atingir com ataques com magia). Ele possui as seguintes magias de druida preparadas:


Truques (à vontade): Bordão místico, Chicote de Espinhos, Infestação*

1° círculo (4 espaços): Absorver Elementos, Bom Fruto, Emaranhar, Passos Largos

2° círculo (3 espaços): Mensageiro animal, Passos sem rastro. Pele-casca

3° círculo (3 espaços): Crescimento de Plantas, Dissipar Magia, Proteção Contra Energia

4° círculo (2 espaços): Guardião da Natureza*, Malogro


*Guia de Xanathar para todas as coisas


Conjuração Inata. O atributo de conjuração da Mãe de Seringueira é Carisma (CD de resistência de magia 15). Ela pode conjurar, inatamente, as seguintes magias, sem necessidade de componentes materiais:

À vontade: Arte Druídica. Traquinagem**

3/dia cada: Perdição, Rogar Maldição.

1/dia cada: Invisibilidade Maior, Comunhão com a Natureza.


Falar com Bestas e Plantas. A Mãe da Seringueira pode se comunicar com bestas e plantas como se compartilhassem um idioma.


Resistência à Magia. A Mãe da Seringueira tem vantagem em salvaguardas contra magias e outros efeitos mágicos.

 

Ações:


Ataques Múltiplos. A Mãe da Seringueira faz três ataques.


Facão das Trepadeiras. Arma de Combate Corpo a Corpo: +5 para acertar, alcance 1,5 m, um alvo. Dano: 9 (2d6 + 2) pontos de dano cortante. Se o alvo for uma criatura, deve fazer uma salvaguarda de destreza CD 17 ou ficará restringida por trepadeiras durante 1 minuto. Um alvo assim restringido pode usar uma ação para fazer um teste CD 17 de Força (Atletismo) ou Destreza (Acrobacia), em encerrando o efeito sobre si.


Arco Curto. Arma de Combate à Distância: +6 para acertar, distância 45/180 m, um alvo. Dano: 6 (1d8 + 2) pontos de dano perfurante.

 

Adapte a Mãe de Seringueira para outros sistemas com nosso Grimório

 

Imagem: Sérgio Santos


Fontes de pesquisa:


CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do folclore brasileiro. 10ª ed. São Paulo: Ediouro, 1954.


KARLBERG, Luísa. CONSERVANTISMO E INOVAÇÃO NA LINGUAGEM DO ESTADO DO ACRE. Revista Brasileira de Filogia, v. VII, n. 2. Niterói: ABRAFIL, 2010.


MACEDO SOUSA, Márcia Verônica; MACÊDO, Meyrelene. As lendas da floresta contadas por seringueiros e seringueiras acreanos. Rio Branco: Printac, 2007.


SANTOS FILHO, Cícero. ENTIDADES SOBRENATURAIS EM NARRATIVAS DE TRABALHADORES DAS FLORESTAS DA AMAZÔNIA ACRIANA. Jamaxi, v. 4, n. 2. Rio Branco: UFAC, 2021.


Depoimentos colhidos pelo Grimório Tropical com moradores do estado do Acre.





136 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo