Mingusoto (D&D 5ª ed) - Bestiário Tropical pag. 017

Um leão fantasmagórico, feito de bronze maciço, cujos olhos exalam fogo quando se mostra furioso. Seu rugido é uma mistura de urro e lamúria e pode ser ouvido em todo canto.


Este é Mingusoto, uma assombração incomum que pode aparecer em cidades ou matas, principalmente nas noites de lua nova. É senhor dos elementos da natureza e odeia ver matas sendo profanadas por caçadores gananciosos. Também detesta qualquer um que profane a ordem urbana de noite, principalmente os ladrões, que ele esquarteja e devora se os apanhar, mas, às vezes, pode dar segundas chances, fingindo deixar o alvo escapar e se arrepender.


Durante o dia, transforma-se em um galo de ferro e observa a vida urbana do alto das casas, como uma estátua. De noite, seja como leão ou humanoide, vaga pelas ruas soltando sua lamúria, avisando que não é seguro sair à noite, pois ele patrulha.


Dizem que, em vida, o Mingusoto foi alguém nobre, generoso e gentil, mas que faleceu de uma doença incurável. Não se sabe como se transformaria nessa criatura tão poderosa, mas sabe-se que toda a ternura desapareceu depois disso.


Natureza Morta-Viva. Essa criatura não precisa respirar, comer, beber ou dormir.


Cortejo Funesto. Tentando espiar seus pecados, às vezes, assombrações menores podem se juntar ao Mingusoto, ajudando-o.


Assombração Templária. Diferente de outros . mortos-vivos, Mingusoto é capaz de entrar em solo

sagrado e, inclusive, é comum vê-lo próximo de templos ou até protegendo-os.


Mingusoto

Morto-vivo, leal e neutro

 

Classe de Armadura: 17 (armadura natural)

Pontos de vida: 161 (17d10 +68)

Deslocamento: 15 m (6m, voo 18m na forma de pássaro; 9m na forma humanoide).

 

FOR DES CON INT SAB CAR

21 (+5) 14 (+2) 18 (+4) 12 (+1) 16 (+3) 19 (+4)

 

Salvaguardas: Sab +7, Car +8

Perícias: Furtividade +6, Percepção +7, Sobrevivência +7

Resistência a danos: Elétrico, ígneo, necrótico; Contundente, cortante e perfurante de ataques não mágicos.

Imunidade a danos: Venenoso.

Imunidade a condições: Amedrontado, enfeitiçado e envenenado.

Sentidos: Visão no escuro 18 m; Percepção passiva 17.

Idiomas: Comum, Infernal, Celestial e mais outro idioma.

Desafio: 12 (8.400 XP)

 

Bote. Se Mingusoto se mover ao menos 6 metros em linha reta em direção a uma criatura e então atacá-la com as garras, o alvo deve ser bem-sucedido em uma salvaguarda de Força com CD 17 ou fica caído. Se o alvo estiver caído, Mingusoto pode executar uma ação bônus para fazer um ataque de mordida contra ele.


Conjuração Inata. A habilidade de conjuração do Mingusoto é Carisma (CD de resistência de magia 14). Ele pode conjurar, inatamente, as seguintes magias, sem necessidade de componentes materiais:


3/dia cada: Controlar Água, Convocar Relâmpagos.

1/dia: Controlar o Clima, Tsunami.


Metamorfo. O Mingusoto pode usar uma ação para metamorfosear-se na forma de um humanoide, um pássaro (normalmente um galo) ou de volta para sua forma de leão. As estatísticas dele são as mesmas em qualquer forma, exceto pelas mudanças de deslocamento indicadas. Qualquer equipamento que ele estiver usando ou carregando não é transformado. Ele reverte para a forma verdadeira ao morrer.


Olfato Apurado. Esta criatura tem vantagem em testes de Sabedoria (Percepção) que dependam do olfato.


Resistência a Magia. Esta criatura tem vantagem em salvaguardas contra magias e outros efeitos mágicos.

 

Ações:


Ataques Múltiplos. Mingusoto faz três ataques: um com a mordida e dois com as garras.


Garras. Arma de Combate Corpo a Corpo: +5 para acertar, alcance 1,5 m, um alvo. Dano: 14 (2d8 + 5) pontos de dano cortante.


Mordida. Arma de Combate Corpo a Corpo: +9 para acertar, alcance 1,5 m, um alvo. Dano: 18 (2d12 + 5) pontos de dano perfurante.


Olhar de Fogo. Arma de Combate à Distância: +8 para acertar, distância 12/48 m, um alvo. Dano: 22 (4d8 +4) de dano ígneo.


Lamuria. Cada criatura, à escolha do Mingusoto, que esteja a até 36 metros dele e possa ouvi-lo deve ser bem sucedida em uma salvaguarda CD 16 ou ficará amedrontada por 1 minuto e enquanto estiver amedrontado por este efeito, seu deslocamento se torna 0 m. Uma criatura pode repetir a salvaguarda no final de cada um dos turnos dela, terminando o efeito sobre si, caso obtenha sucesso. Se for bem sucedida ou caso o efeito termine sobre ela, a criatura ficará imune a Lamuria do Mingusoto pelas próximas 24 horas.

 

Adapte o Mingusoto para outros sistemas com nosso Grimório

 

Imagem: Rafael Gomes


Fontes de pesquisa:


CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do folclore brasileiro. 10ª ed. São Paulo: Ediouro. s/d, ISBN 85-00-80007-0.

CASCUDO, Câmara. Geografia dos Mitos. 1ª ed. São Paulo: Global editora. 2012.

MARQUES, Maria Joedna. Ademar Vidal e a produção de uma paraibanidade cultural a partir dos estudos folclóricos (1941-1949). 2019.

GARCIA, Juliana. Minha Coleção De Mitos Do Folclore Brasileiro. 1ª Ed. São Paulo: Editora Caramelo, 2014.

Narrativas orais recolhidas pelo Grimório Tropical com moradores da Paraíba, de forma independente ou por meio da IOV-Brasil.




426 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo