Onça-boi (D&D 5ª ed) - Bestiário Tropical pag. 018

Essa criatura exibe a força dos touros e a agilidade dos felinos; uma onça quase tão grande quanto um búfalo, com chifres e dentes afiados. O couro é grosso e peludo, amarelo, com manchas pretas. Seus pés possuem cascos e deixam exatamente iguais às de uma vaca. Muitos já morreram seguindo os rastros que achavam ser de um boi perdido no meio da floresta.


Onças-boi são criaturas que vivem em florestas profundas e não costumam sair sem bons motivos. Por conta de seus cascos, são incapazes de subir em árvores como outros felinos, mas costumam usar estratégias que outros animais não conhecem, como revezar vigília ao pé da árvore, esperando que a criatura que subiu ali caia de exaustão.


São predadores astutos e silenciosos e nem todos os membros da espécie nascem dotados de chifres. Vivem solitários ou em casais e podem ser muito perigosos se estiverem protegendo uma ninhada. Se alimentam de todo tipo de carne, inclusive a de humanoides, se estiver disponível.


Companheirismo. Onças-boi adultas encontram apenas um parceiro para toda vida. Costumam sempre caçar em dupla, onde um irá sempre proteger o outro.


Juramento de vingança. Caso alguma criatura mate o companheiro de uma onça-boi, esta jura vingança e não irá descansar enquanto não obtê-la. Ela irá rastrear o alvo por enormes distâncias e persegui-lo por décadas, se for preciso, até matar seu inimigo.


Onça-boi

Monstruosidade grande, imparcial

 

Classe de Armadura: 14 (armadura natural)

Pontos de vida: 110 (13d10 + 39)

Deslocamento: 15 m

 

FOR DES CON INT SAB CAR

18 (+4) 15 (+2) 14 (+2) 3 (-4) 14 (+2) 7 (-2)

 

Perícias: Furtividade +6, Percepção +4

Sentidos: Percepção passiva 14

Idiomas: Nenhum

Desafio: 4 (1.100 XP)

 

Carga e Bote. Se a Onça-boi se mover pelo menos 6 metros em linha reta em direção a uma criatura logo antes de atingi-la com um ataque de chifre, o alvo sofre 7 (2d6) pontos de dano perfurante adicionais e deve ser bem-sucedido em uma salvaguarda de Força com CD 14 ou ficará caído. Se o alvo estiver caído, a Onça-boi pode gastar uma ação bônus para fazer um ataque de mordida contra ele.


Olfato Apurado. Esta criatura tem vantagem em testes de Sabedoria (Percepção) que dependam do olfato.


Táticas de Grupo. Se houver ao menos um aliado não incapacitado a até 1,5 metros de uma criatura, a onça-boi tem vantagem em jogadas de ataque contra esta criatura.

 

Ações:


Mordida. Arma de Combate Corpo a Corpo: +6 para acertar, alcance 1,5 m, um alvo. Dano: 9 (ld10 + 4) pontos de dano perfurante.


Chifre. Arma de Combate Corpo a Corpo: +6 para acertar, alcance 1,5 m, um alvo. Dano: 11 (2d6 + 4) pontos de dano perfurante.


Cascos. Arma de Combate Corpo a Corpo: +6 para acertar, alcance 1,5 m, um alvo. Dano: 9 (2d4 + 4) pontos de dano contundente.

 

Adapte a Onça-boi para outros sistemas com nosso Grimório

 

Imagem: Douglas Nogueira


Fontes de pesquisa:


ALVES, Januária. Abecedário de Personagens do Folclore Brasileiro. 1ª Edição. São Paulo: FTD: SESC Edições, 2017.


CASCUDO, Câmara. Geografia dos Mitos. 1ª ed. São Paulo: Global editora. 2012.


CORSO, Mário. Monstruário: inventário de entidades imaginárias e de mitos brasileiros. Porto Alegre: Tomo Editorial, 2002.


CUSTODIO, Polyana. O fascínio pelo medo: elementos que instigam. Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, 2015.


FAULHABER, Priscila. SABER LOCAL, NARRATIVAS NACIONAIS, MOVIMENTOS ÉTNICOS. Cadernos de Linguagem e Sociedade, v. 5, p. 2001, 2002.


Narrativas recolhidas pelo Grimório Tropical com pessoas de Rio Branco - AC.





409 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo