top of page

Pés-de-Louça (D&D 5ª ed) - Bestiário Tropical pag. 096


Não fosse por seus pés, aquele seria um homem comum. Sua pele é bronzeada, seus cabelos balançam ao vento e seu rosto tem uma expressão rosada e viva. Mas seus pés são diferentes, tudo abaixo de seus joelhos parece feitos de uma porcelana branca e reluzente, que libera um brilho incômodo. Olhar para esse brilho causa uma estranha reação na mente de quem o vê.


Em certas ilhas e nos navios que delas se aproximam é possível encontrar os homens de pés de louça. Esse é o destino de diversos marinheiros, piratas e pescadores que morrem naquelas enseadas e passam a eternidade a assombrar os vivos. Ligados ao mar e às praias, os pés-de-louça são fantasmas naturalmente insanos e diferentes. Quando aparecem, se manifestam fisicamente e podem assombrar durante o dia sem qualquer dificuldade.


Quando encontram uma vítima, usam o brilho amaldiçoado de seus pés para levá-los à loucura, irradiando insanidade. Se não forem fisicamente atacados, não sacam armas, apenas usarão seu brilho em suas vítimas, até que percam totalmente a sanidade ou morram. Se alguém desvia o olhar para se proteger, os fantasmas farão de tudo para que ele os olhe: cantam, gritam, choram, xingam, bravejam, dançam, até que o alvo olhe para seus pés. Suas reações podem parecer incoerentes ou violentas à primeira vista.


Fantasma praieiro. Pés-de-louça podem surgir em praias, no mar ou navios próximos da costa e desaparecem imediatamente caso todas os seus alvos saiam deste território. É comum que ajam em grupos de vários pés-de-louça.


Louco como a tormenta. Independente do que ocorra, é impossível ter uma conversa coerente com um homem dos pés de louça. Essa assombração perdeu a sanidade e faz todo o possível para deixar outros tão insanos quanto ela mesma. É comum que ele ignore até mesmo possíveis ferimentos que venha a levar e continue apenas se importe em continuar a enlouquecer outros.


Pés-de-Louça

Morto-vivo médio, caótico e mau

 

Classe de Armadura: 14 (armadura natural)

Pontos de vida: 75 (10d8 + 30)

Deslocamento: 9 m, natação 12 m

 

FOR DES CON INT SAB CAR

14 (+2) 15 (+2) 17 (+3) 13 (+1) 14 (+2) 17 (+3)

 

Salvaguarda: Int +4, Sab +5

Resistências a Dano: Elétrico, Ígneo, Trovejante

Imunidades a Dano: Frio, Necrótico e Venenoso

Sentidos: Percepção às cegas 18 m, percepção passiva 12

Idiomas: Sabe todas as línguas que falava em vida.

Desafio: 5 (1.800 XP) Bônus de Proficiência: +3

 

Fortitude de Morto-vivo. Se o Pés-de-louça tiver seus pontos de vida reduzidos a 0 devido a dano, ele deve fazer uma salvaguarda de Constituição com CD 5 + o dano sofrido, a não ser que este dano seja radiante ou de um acerto crítico. Se for bem-sucedido, o Pés-de-louça volta a ter l ponto de vida.

 

Ações:


Sabre Espectral. Arma de Combate Corpo a Corpo: +5 para acertar, alcance 1,5 m, um alvo. Dano: 6 (1d8 + 2) ponto de dano cortante e o alvo deve fazer uma salvaguarda de Sabedoria. Se falhar, sofre 14 (4d6) pontos de dano psíquico e ficará amedrontado até o final do próximo turno.


Brilho da Loucura. Todas criaturas a até 18 metros do Pés-de-louça que estejam olhando para ele devem ser bem sucedidas em uma salvaguarda de sabedoria CD 14, ou sofrem 7 (1d8 + 3) pontos de dano psíquico e deve usar sua reação para fazer um ataque com uma arma corpo a corpo a uma criatura a escolha do Pés-de-louça que ele possa ver. Constructos e mortos-vivos são imunes a este efeito.


Olho da Tempestade. Todas as criaturas a 9 metros do Pés-de-louça devem fazem uma salvaguarda de constituição CD 14. Quem falhar sofre de 9 (2d8) pontos de dano elétrico mais 7 (2d6) pontos de dano trovejante e alvo fica atordoado e surdo até o final do seu próximo turno. Se for bem sucedido, ele sofre apenas metade do dano e não está surdo ou atordoado. Alem disso, existe 10% de chance de começar a chover sempre que ele usa esta habilidade.

 
 

Imagem: Lorar Laurenti


Fontes de pesquisa:


ALVES, Januária. Abecedário de Personagens do Folclore Brasileiro. 1ª Edição. São Paulo: FTD: SESC Edições, 2017.


APOCALYPSE, Mary. Estórias e Lendas de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro. 2ª edição. São Paulo: Edigraf. 1960.


CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do folclore brasileiro. 10ª ed. São Paulo: Ediouro, 1954.


FRADE, Cáscia. Folclore brasileiro: Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Cultura, 1979.





282 visualizações3 comentários

Posts recentes

Ver tudo

3 Comments


our company provides the best homework help service online. We understand that assignments can be challenging, especially when you have other responsibilities to attend to. That's why we have a team of experienced writers who are experts in different fields of study, ensuring that we deliver high-quality papers to our clients. Our website offers a wide range of writing services, including essays, research papers, case studies, and more. We also offer additional services such as proofreading and editing to ensure that your assignments meet the highest standards.

Like

Whatever amount you pay for our Assignment helper appreciate our service when you see the grades. We work as per the marking rubric of the UK university academic system and your grade reflects perfection in our help with assignment.

Like

Improving your writing in a very restricted time could also be not possible however ensuring your paper is 100% unflawed is unquestionably come-at-able. Proofreading is extremely vital whether or not you're writing educational, skilled, or simply personal essays. If you would like to influence your readers or convey your ideas effectively, your paper ought to be error-free and of high-notch quality. to make sure its overall excellence, you'll be able to avail English descriptive linguistics check online as this can be designed to allow you quick and economical proofreading facilitate. The "Database Management Assignment" is found on the internet. Guaranteed Quality Papers with English Grammer Check.

Like
bottom of page