Perna Cabeluda (D&D 5ª ed) - Bestiário Tropical pag. 078

Apoie também nosso projeto.


A perna esquerda de um humanóide aparece naquele local escuro. Apenas a perna, separada de seu corpo, como se houvesse sido decepada, movendo-se a pulos ágeis e silenciosos. O membro é coberto de pelos, muito mais do que qualquer pessoa poderia ter, e tem unhas grandes, sujas e mal cuidadas em seus dedos tortos.


Não se sabe bem de onde surgem essas grotescas criaturas. Uma história popular diz que uma perna cabeluda surge se um filho chegar a matar a própria mãe por meio de chutes. Ele então teria febre súbita e morreria, deixando somente uma perna amaldiçoada na Terra, mas essa teoria não é de consenso comum.


Essa espécie é solitária e normalmente vive em ambientes urbanos, tendo hábitos principalmente noturnos. Não come, não se reproduz, não possui qualquer forma de relação com outros seres vivos que não seja de simplesmente atacá-los, dando preferência a alvos solitários no meio da madrugada e se escondendo durante o dia.


Normalmente, esperam furtivamente, à espreita de vítimas, surpreendendo-as violentamente. Caso sua vítima consiga correr o bastante, a Perna Cabeluda apenas perderá o interesse após algum tempo de perseguição e irá procurar outro alvo. Caso consiga matar sua vítima, a Perna Cabeluda nada faz com seu corpo, indo atrás de mais uma vítima até que o nascer do sol faça-a se esconder novamente.


Natureza aberrante. A Perna Cabeluda não precisa comer e beber ou respirar.



Perna Cabeluda

Aberração pequena, caótico e mau

 

Classe de Armadura: 14 (armadura natural)

Pontos de vida: 65 (12d6+24)

Deslocamento: 9 m

 

FOR DES CON INT SAB CAR

16 (+3) 16 (+3) 14 (+2) 5 (-3) 10 (+0) 5 (-3)

 

Perícias: Acrobacia +5, Furtividade +5

Imunidade a condições: Atordoado, Cego, Surdo.

Sentidos: Percepção as cegas 12 m, percepção passiva 10

Idiomas: Nenhuma

Desafio: 1 (200 XP) Bônus de Proficiência: +2

 

Passos Silenciosos. Os passos da Perna Cabeluda não fazem barulho se ela quiser.

 

Ações:


Chute. Arma de Combate Corpo a Corpo:+5 para acertar, alcance 1,5 m, um alvo. Dano: 7 (1d8 + 3) pontos de dano contundente e o alvo deve ser bem-sucedido em uma salvaguarda de Força, CD 13, ou ficará caído.

 

Prótese Cabeluda Aberrante


Em Eberron, algumas aberrações e conjuradores loucos fazem encantamentos para usar a Perna Cabeluda como uma prótese viva. Nesse estado, a Perna Cabeluda não é capaz de agir por conta própria e usa os atributos de seu controlador. O usuário recebe as seguintes características:


• Pode dar um chute como ataque corpo a corpo que causa 1d8 mais a força do usuário.

• O deslocamento do usuário se torna 12 metros se não for maior.

• O usuário tem vantagem em teste de destreza (Furtividade) para não ser ouvido enquanto anda.


Se o usuário for morto, a Perna Cabeluda volta ao normal depois de 5 minutos, agindo normalmente. Remover a Prótese Cabeluda Aberrante de uma criatura viva requer que ela seja cortada.

 

Adapte a Perna Cabeluda para outros sistemas com nosso Grimório

 

Imagem: Gabriel Pereira


Fontes de pesquisa:


ALVES, Januária. Abecedário de Personagens do Folclore Brasileiro. 1ª Edição. São Paulo: FTD: SESC Edições, 2017.


BELTRÃO, Rafael. A Medonha Perna Cabeluda. O Recife Assombrado. Assombrações. In: <http://www.orecifeassombrado.com/assombracoes/a-medonha-perna-cabeluda/>. Acesso em 21 de abril de 2021, às 22:36.


SILVA, Sheila et al. Narrativas, histórias assombrosas e pesquisa videográfica nos bairros Padre Palhano e Santa Casa na cidade de Sobral/CE. Tessituras: Revista de Antropologia e Arqueologia, v. 2, n. 1, p. 263, 2014.


SOARES, José. A perna cabeluda de Olinda. Olinda: Casa Rui Barbosa, 1976.



132 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo