Pombeiro (D&D 5ª ed) - Bestiário Tropical pag. 089

Atualizado: 3 de jun.

Apoie você também nosso projeto.


Um pequeno duende da mata, não mais alto do que um metro de altura, com a cabeça grande para o tamanho de seu corpo, aparece de sopetão ao som do assovio. Ele quase não veste roupa alguma, apenas trapos e folhas e um chapéu de palha. Sua pele é escura e seus dentes parecem os de um animal. Logo em seguida, ele desaparece como se ali nunca estivesse estado.


Pombeiros são um tipo feérico que habita principalmente regiões de pantanal e matas próximas. Interagem com humanoides, mas não gostam tanto dos adultos, preferindo a companhia das crianças, a quem costumam atrair com frutas, mel e a promessa de brincadeiras, mas depois é comum que enjoem da companhia da criança e a deixem abandonada pela mata.


São criaturas que não gostam de responsabilidades e podem viver sozinhos ou em pequenos bandos, que normalmente não se afastam muito de seu habitat natural e até o protegem contra os invasores que não lhes pagarem tributos ou que venham a causar mal às florestas, caçando demais ou matando passarinhos pequenos e fêmeas prenhas ou com filhotes.


Relacionamento com Pombeiros. Esses seres são naturalmente tímidos e não gostam de quem prejudica seu ambiente. São criaturas bastante propensas ao uso de violência, principalmente para satisfazer seus desejos mais egoístas, atacando aqueles que se aventuram na mata para roubar comida, bebida e fumo. Mas se alguém é capaz de cativar sua amizade, eles podem usar seus poderes para alertar sobre presságios ruins em seu destino ou ajudando a encontrar caça em abundância.


Pombeiro

Feérico pequeno, caótico e neutro

 

Classe de Armadura: 14 (armadura natural)

Pontos de vida: 22 (5d6 + 5)

Deslocamento: 9 m, escalar 9 m

 

FOR DES CON INT SAB CAR

13 (+1) 17 (+3) 13 (+1) 10 (+0) 13 (+1) 14 (+2)

 

Perícias: Furtividade +5, Intuição +3, Natureza +2, Percepção +3, Sobrevivência +4

Sentidos: Visão no escuro 18 m, percepção passiva 13

Idiomas: Comum e Silvestre.

Desafio: 1 (200 XP) Bônus de Proficiência: +2

 

Acalmar Animais. Os animais que se aproximarem a 3 metros do Pombeiro não conseguem atacá-lo, sofrendo um efeito similar à magia Santuário (salvaguarda de Carisma, CD 12).


Audição e Visão Aguçados. Esta criatura tem vantagem em testes de Sabedoria (Percepção) que dependam da audição ou da visão.


Augúrios (3/dia). O Pombeiro pode ter presságios do futuro, conjurando a magia Augúrio sem a necessidade de componentes.

 

Ações:


Ataques Múltiplos. O Pombeiro faz dois ataques de pancada.


Pancada. Arma de Combate Corpo a Corpo: +5 para acertar, alcance 1,5 m, um alvo. Dano: 5 (1d4 + 3) pontos de dano contundente.


Invisibilidade. Esta criatura fica magicamente invisível até atacar ou até sua concentração acabar (como se estivesse se concentrando em uma magia). Qualquer equipamento que ela esteja usando ou carregando também fica invisível.

 

Reações:


Chamado da Mata (2/dia). Se o Pombeiro escutar alguém assoviando a até 30 metros dele, ele pode se teletransportar para o quadrado desocupado mais próximo daquela criatura.

 

Adapte o Pombeiro para outros sistemas com nosso Grimório

 

Imagem: Lendas e Batalhas (conheça o Card Game)


Fontes de pesquisa:


CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do folclore brasileiro. 10ª ed. São Paulo: Ediouro, 1954.


FERREIRA, Áurea; MARCHI, Maria das Dores. História e Ficção em Narrativas Pantaneiras. Xlvi Seminário do Gel, v. 28, 1999.


FERREIRA, Áurea; MARCHI, Maria das Dores. CONTADORES PANTANEIROS E SUAS HISTÓRIAS DE SACI E POMBEIRO. XXX GEL: São Paulo: UNIVEM, 2000.


CORREIA FILHO, V. Pantanais Matogrossenses: Devassamento e Ocupação. Rio de Janeiro: Biblioteca Geográfica Brasileira, 1946






84 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo