top of page

Rondolo (D&D 5ª ed) - Bestiário Tropical pag. 098

Atualizado: 1 de set. de 2022


Entre as nuvens da tempestade é possível ver a imensa criatura; um gigantesco abutre branco, pairando entre os ventos e rodeado por relâmpagos. Seu canto é uma mistura de trovões e gritos animalescos, seu corpo é grande como uma casa e suas suas penas parecem vibrar pela estática acumulada.


Rondolos são seres ancestrais, carregadores de tempestades, levando-as de uma região à outra para causar destruição à populações de mortais, principalmente daqueles que não tem forte grau de religiosidade. Há quem acredite que eles se divertem em causar o mal, enquanto há quem entenda que estes seres existem com a função de punir aqueles que perderam sua fé nas divindades.


Os efeitos de um Rondolo são quase que imediatamente percebidos em uma região, embora nem sempre se note que a terrível tempestade, que pode até trazer consigo um furacão, esteja sendo causada por uma criatura, pois a ave muitas vezes estará escondida atrás das pesadas nuvens de chuva. A criatura sempre irá buscar causar danos, destruindo prédios e plantações, causando inundações de rios, entre outros.


Maldição dos céus. O Rondolo é capaz de sentir a presença de pessoas de grande fé abaixo de sua tempestade. Demonstrações fortes e frequentes de fé religiosa podem convencê-lo a não trazer sua maldição àquele local. Do contrário, ele trará sua fúria por sobre a população que considerar que não é devota o bastante.


Rondolo

Elemental colossal, ordeiro e mau

 

Classe de Armadura: 18 (armadura natural)

Pontos de vida: 14 (4d4 +4)

Deslocamento: 6 m, voo 36 m.

 

FOR DES CON INT SAB CAR

25 (+7) 15 (+2) 25 (+7) 10 (+0) 16 (+3) 18 (+4)

 

Perícias: Percepção +9

Imunidades a Danos: Elétrico, trovejante e venenoso

Imunidades a Condições: Envenenado, exausto

Sentidos: Visão no escuro 18 m, percepção passiva 19

Idiomas: Nenhum

Desafio: 17 (15.000 XP) Bônus de Proficiência: +6

 

Resistência à Magia. O Rondolo tem vantagem em salvaguardas contra magias e outros efeitos mágicos.


Tempestade Viva. O Rondolo está sempre no centro de uma tempestade com 1d4 + 4 quilômetros de diâmetro. Uma forte chuva cai de lá, fazendo com que a área fique levemente obscurecida, extingue chamas abertas e impõe desvantagem em testes de Sabedoria (Percepção) que dependam da audição. Ventos fortes rodopiam na área coberta pela tempestade. Os ventos impõem desvantagem nas jogadas de ataque à distância e dispersam neblinas.


Visão Aguçada. Esta criatura tem vantagem em testes de Sabedoria (Percepção) que dependam da visão.

 

Ações:


Ataques Múltiplos. O Rondolo faz dois ataques: um com o bico e outros com as garras.


Bico. Arma de Combate Corpo a Corpo: +13 para acertar, alcance 3 m, um alvo. Dano: 20 (3d8 + 7) pontos de dano perfurante mais 11 (2d10) pontos de dano elétrico.


Garras. Arma de Combate Corpo a Corpo: +13 para acertar, alcance 1,5 m, um alvo. Dano: 21 (4d6 + 7) pontos de dano cortante. Até esse agarrão terminar, o alvo está impedido e o Rondolo não pode usar suas garras em outro alvo.


Relâmpago. Um raio cai em qual quer ponto da tempestade a escolha do Rondolo. Cada criatura a até 1,5 m do ponto deve fazer uma salvaguarda de destreza CD 19. Se falhar, sofre 15 (3d10) pontos de dano elétrico, ou metade se obtiver sucesso.


Tempestade de Relâmpagos (Recarregar 6). Cada criatura a até 36 metros da tempestade deve fazer uma salvaguarda de Destreza CD 17, sofrendo 22 (5d8) pontos de dano elétrico se falhar, ou metade desse dano se obtiver sucesso. Se falhar por 5 ou mais, a criatura também fica atordoada até o final de seu próximo turno.

 
 

Imagem: Douglas "O Retícolo" Nogueira


Fontes de pesquisa:


CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do folclore brasileiro. 10ª ed. São Paulo: Ediouro, 1954.


TAVARES DE LIMA, Rossini. Mitos do Estado de S. Paulo. Revista do Arquivo Municipal. Vol 117 - 120. São Paulo: Arquivo Municipal, 1947.





593 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page